Author Gustavo H. M. Silva

Busco a simplicidade no complexo e vice-versa. Em tudo. Sempre. A unicidade (seja na visão ou na aplicação) me instiga/provoca, incessantemente, a desvendar um par, um oposto, uma contradição ou, até, um “ponto de fusão”. Seja para complicar, seja para simplificar.
O que seria da vida com um só ponto de vista?

1 2