Sobre o desânimo excessivo na crise e a recolocação no mercado

0

Não é novidade para ninguém – ao menos não deveria ser – que o Brasil passa por, possivelmente, uma das piores crises da sua história moderna, tanto em questão política, quanto em questão econômica e que isso vêm se refletindo negativamente nas oportunidades de emprego e desenvolvimento de carreira. A complicação é tamanha que não é muito difícil de esbarrar com pessimismos excessivos, visões negativas de presente/futuro e desânimo completo quanto ao país, carreira e situação de mercado. Realmente o mercado não está fácil, mas não se vence esses momentos sendo negativo. E se você quer superar bem essa crise e voltar a crescer na carreira, vou deixar alguns pensamentos meus sobre esse momento que vivemos (junto com algumas frases clássicas de grandes líderes, para ajudar a embasar o porquê das minhas conclusões), para que você possa refletir um pouco sobre como encarar bem essa crise.

  1. “Eu sou um otimista. Não me parece muito útil ser qualquer outra coisa.” – CHURCHILL, Winston

Bem, a primeira coisa a fazer é se livrar desse pessimismo e negativismo gratuito ao seu redor. De nada ajuda e muito atrapalha essa visão horrível do presente e futuro. Se você quer que algo mude, então levante e faça algo para mudar isso! Como disso Churchill, não me parece muito útil ser algo além de otimista. Crises são difíceis, doloridas e deixam marcas, mas elas passam. Sempre haverá crises e nós sempre vamos superá-las, desde que sejamos positivos, otimistas e oportunistas para fazer as mudanças necessárias. Então, veja a situação em que se encontra, não se desespere negativamente, analise o que tem de melhorar/mudar e provoque essa mudança com uma visão otimista!

     2. “Não importa quão sereno o dia pode ser, o amanhã é sempre incerto. Não deixe essa realidade assustar você.” – BUFFETT, Warren

Outra coisa que se ouve a torto e direito é que, com a crise, o amanhã é incerto. Uma das mais comuns são as derivações de ‘não mude nada porque nunca se sabe o que pode dar errado no dia seguinte com essa crise!’. Olha, não sou nenhum expert em tempo, mas essa não é a maravilha da vida? Nós nunca saberemos o que acontecerá no dia seguinte, nem mesmo em tempos de bonança, então porque raios as pessoas ouvem essas coisas e nunca contestam esse ponto de vista? Ao meu ver, a grande diferença entre tempos de crise e de calmaria é que, nos tempos de crise, a mudança é a coisa óbvia a se fazer, enquanto na calmaria, os pontos negativos se escondem nos números positivos demais. Como o Warren Buffett disse aos seus acionistas, não se assuste por não saber o que te espera amanhã. Isso é o princípio da vida. Apenas faça o que você sente ser o certo para provocar a mudança necessária para virar o jogo!

     3. “Melhorar é mudar. Mas alcançar a perfeição é mudar frequentemente.” – CHURCHILL, Winston

Não sei se ficou muito claro, mas, na minha cabeça, as crises servem para mudar as coisas. Determinadas ‘engrenagens’ que não estão funcionando como deveriam acabam gerando crises para que nós possamos aprender o que deu errado e mudar essas peças defeituosas por outras melhores. Esse é meu entendimento de crise, logo, se não há mudança, não há superação de crise. Esses momentos negativos são apenas uma sinalização externa de que alguma ‘engrenagem’ no nosso sistema se tornou obsoleta e precisa mudar para melhorar. Essa terceira reflexão é simples, se melhorar é mudar, então para chegarmos perto da perfeição temos que constantemente nos atualizar, mudar e evoluir. Faça isso com você, sua carreira e sua vida, porque ficar estacionado no mesmo lugar para sempre me parece bem chato.

     4. “Eu irei, não importa aonde, desde que seja para frente.” – LIVINGSTONE, David

Se para superar crises temos de ajudar a causar uma mudança, nada melhor do que também perceber o que pode ser mudado em nossa vida e carreira para continuemos a nadar para frente. No final das contas, não importa muito onde vamos acabar, desde que estejamos felizes e satisfeitos com nossas escolhas. Se fizer isso, o final será no melhor lugar para você continuar a ser feliz, fazendo o que gosta. Às vezes, pode até ser um lugar que nunca tinha pensado antes.

     5. “Se estiver atravessando o inferno, continue atravessando.” – CHURCHILL, Winston

Para fechar, novamente Churchill. Se você não se convenceu de nada que eu disse e realmente acredita que essa é a pior crise de todas e que o futuro é o pior possível para os próximos anos, não tem problema. Apenas continue se esforçando para atravessar esse ‘inferno’. Por mais longo que seja na sua visão, uma hora ele acaba. Junte forças, estude, trabalhe e se prepare para atravessar essas adversidades. Com certeza, em algum momento, você atravessará tudo isso. (;

P.S. Apenas um lembrete; essa não é a primeira crise que o Brasil sofre, nem será a última. Crises vem e vão, então não se desespere e apenas entenda o cenário e como se diferenciar nesse novo ambiente. Os momentos de bonanças voltarão assim que forem necessários. Por hora, precisamos dessa chacoalhada, então, adapte-se (não vou colocar o resto da frase de Darwin, mas você sabe exatamente como acaba o outro lado que não se adapta, não é?). (;

Share.

About Author

Busco a simplicidade no complexo e vice-versa. Em tudo. Sempre. A unicidade (seja na visão ou na aplicação) me instiga/provoca, incessantemente, a desvendar um par, um oposto, uma contradição ou, até, um "ponto de fusão". Seja para complicar, seja para simplificar. O que seria da vida com um só ponto de vista?

Leave A Reply