Salvador pelo olhar de Pierre Verger

0

África, iô iô
Salvador, meu amor
A raiz de todo bem, de tanta fé
Do canto Candomblé…

Que Salvador é uma das cidades mais belas do Brasil, disso não se tem dúvidas. Que me desculpem os cariocas e seu calçadão de Copacabana… Que me desculpem os paulistas e suas avenidas esplendorosas. Que me desculpe o resto do Brasil que não nos desculpa por existir. Mas do lado de cá a música é bonita, o povo é alegre, o clima é sempre quente e tudo é inspirador.

Verger sabia disso! Entre janelas, becos e vielas, Verger conhecia uma Bahia vista por poucos. Pierre Edouard Léopold Verger (1902-1996) fotógrafo, etnólogo, antropólogo e pesquisador francês viveu grande parte de sua vida em Salvador. Aqui, dividiu seu amor pelo povo brasileiro e principalmente pela cultura africana, sempre tão forte e presente em cada cantiga e adereço perdido pela cidade.

Tão belo poético e inspirador, suas fotos retratam com excelência a cultura desse povo que traçou linha por linha da história desse país. Como parte da comemoração dos 466 anos da capital baiana, uma exposição denominada “Salvador – Cidade de Verger” mostra o olhar exótico e singular do francês e todas suas interpretações, que são reunidas em obras espetaculares e presenteiam os baianos até o final de maio.

Tá de passagem pela cidade? Tá de bobeira num sábado à tarde? Vale a pena conferir!

 

Exposição “Salvador – Cidade de Verger”

Data: De 25 de março a 30 de maio

Local: Museu Carlos Costa Pinto (Avenida Sete de Setembro, 2490, Corredor da Vitória)

Horário: Segunda a sexta (exceto terça) das 14h30 às 19h e sábado das 14h30 às 18h

Entrada franca

Share.

About Author

Leave A Reply